Tag: maracatu de baque solto

26 de junho de 2019 /

Numa manhã de domingo, um sujeito sorridente apareceu numa das pacatas esquinas do bairro da Lapa, em São Paulo, e amarrou um estandarte em que se lia “Lapa de Urso” na placa que indicava o cruzamento entre as ruas Tito e Marco Aurélio. “Fundamos esse bloco para que os pernambucanos que não podiam viajar pro Recife durante o carnaval pudessem matar a saudade”, explicou Mestre Nico, então com 43 anos, posando ao lado do estandarte. Bastante magro, usava uma camisa…

11 de março de 2019 /

Em 2015, escrevi para o site Outros Críticos um relato de indignação sobre o péssimo tratamento que os brinquedos de Maracatu Rural receberam em algumas cidades da Zona da Mata Norte durante o carnaval daquele ano. O texto discorria sobre os cachês irrisórios, dificuldades nos pagamentos e desprezo das prefeituras pelas agremiações. Hoje, 2019, aqui estou eu novamente indignado escrevendo sobre essa tensa relação entre poder público e a arte do Maracatu Rural. De lá para cá, a situação pouco…

19 de janeiro de 2016 /

A música percorre um caminho de inquietação e reverência à palavra e aos sons delirantes das ruas. As relações de poder contaminam os espaços com o desejo explícito de segregar o que não cabe no gesto, nas cercas, nas noções de normalidade. A rua é viva e sem centro. A música é marginal, anormal, louca e deslumbrante. No entanto, torná-la marginalizada com ares de Política Cultural é uma das maiores violências que se pode cometer contra ela. Poeta. Mestre. Maracatuzeiro.…

9 de março de 2015 /

por Lula Marcondes. Este é um pequeno relato sobre experiências de um grupo de Maracatu Rural de Pernambuco em polos de carnaval de algumas cidades da Zona da Mata Norte. Apesar de ser um relato sobre vivências recentes e específicas de apenas um grupo, elas têm um caráter mais amplo e se reproduzem de forma sistemática na relação do Estado com outras agremiações de Maracatu Rural. O texto vem expor a maneira humilhante e abusiva com que alguns governos municipais…

4 de fevereiro de 2014 /

por Siba. Recife, 3 de Fevereiro de 2014. Antes de ser um cortejo de carnaval que representa uma nação em movimentos de guerra, Maracatu é uma festa na rua, que acontece aos sábados, à noite, entre setembro e o carnaval, e que é conhecida por amanhecer o dia. Nela, se dança um ritmo que só existe ali. Não tem um passo único, estereotipado, cada um dança de um jeito, no estilo da coisa, mas ninguém dança igual. A Manobra, coreografia…