Tag: jazz

9 de agosto de 2019 /

[acesse aqui a parte 1 da entrevista] F – O que tens estudado atualmente? N – Eu tenho impressão de passar a vida tentando descobrir como estudar bem, sabe. Ultimamente, como eu quebrei o dedo, eu não queria compensar. Porque com um dedo a menos você fica querendo compensar, achar um esquema de sobrevivência e depois o dedo volta a funcionar e você não consegue mais se livrar desses cacoetes. O que eu fiz foi que eu tirei um monte…

9 de maio de 2019 /

É bastante conhecida a afirmação de Tom Jobim de que o melhor caminho para o músico brasileiro seria o aeroporto. Se por um lado, poderíamos achar outros exemplos além do próprio, é difícil dizer que essa é uma lei geral e válida para todo e qualquer músico. É fato que caía como uma luva para ele. No seu caso específico, além do mais, o aeroporto podia ser visto como uma ponte aérea entre o mundo e o Brasil. Jobim, como…

27 de setembro de 2016 /

Kitsch. Clement Greenberg preconizava que esta pequena palavra imbuída de significados desastrosos para a sensibilidade humana se alastraria pela Cultura com o aprofundamento da sociedade de consumo de massa. De fato. O domínio do tacanho com aparência de sublime, do eterno deslocamento ante a autenticidade e o conteúdo, alimentado pela sistemática industrial da produção em série de objetos padronizados, amparado pela democratização consumista do prazer estético e potencializado pela explosão do mundo em infinitas constelações de apreensão do real, contaminou…

22 de maio de 2015 /

por Bruno Vitorino. De lados diametralmente opostos no painel da Cultura, estão a tradição e a vanguarda. A primeira foca na repetição de um arcabouço simbólico sedimentado nas práticas sociais, encontrando no passado o sentido ratificador e estruturador de toda a prática cultural do coletivo em detrimento da liberdade do indivíduo, reduzindo-o ao ente que exercita e preserva o legado ancestral que lhe fora transmitido. A tradição busca a continuidade e não a ruptura. Já a segunda propõe a quebra…

11 de novembro de 2014 /

Este é um artigo para falar e talvez apresentar alguns dos músicos franceses e não-franceses residentes na França. A razão por tê-los escolhido é que dentre os que tive a oportunidade de assistir em concertos, levando em conta tanto a forma de abordar o instrumento quando na de compor (premeditada ou espontaneamente), estes foram os mais interessantes. Não os classificaria como músicos de jazz, nem para identificá-los entre si (que é o uso mais comum desse rótulo). Todos têm uma…

11 de junho de 2014 /

Saxovision We don’t determine Music The music determine us We only follow it To the end of our life Then it goes on without us It Begs to be born and, Wants to go it’s own way We just make it up And : then we let it out Music speaks for itself And needs no explanation Or, justification Either it is alive Or it is not (Steve Lacy, 1994)   Conheci Steve Lacy (1934 – 2004) em meados de 2007…

25 de fevereiro de 2014 /

por Fred Lyra. No início de fevereiro, em uma jornada de estudos sobre a crítica musical no jazz, foram levantadas muitas questões sobre as atualidades deste estilo na França. Foi interessante observar uma discussão de dois dias sobre uma música essencialmente instrumental. Boa parte dos convidados era de ex-críticos que publicavam nas revistas mensais que aqui existem ou existiram. Todos oriundos de uma época talvez mais romântica e idealizada. Nostálgica. Com certeza, de um momento em que essa música se…