Tag: gui amabis

25 de fevereiro de 2019 /

Sambas Do Absurdo é o resultado do encontro de três artistas centrais na música popular brasileira contemporânea, cada um deles, a seu modo, renovadores da linguagem da canção em nosso país. De modo esquemático, identificarei assim o papel de cada um neste trabalho: o compositor Rodrigo Campos, o produtor Gui Amabis e a intérprete Juçara Marçal. Criadores de muitos recursos, naturalmente seus papéis se cruzam e se misturam ao longo do disco, mas valho-me dessa classificação para melhor elencar as…

16 de novembro de 2015 /

por Fernando Athayde. Ruivo em Sangue, terceiro disco do produtor e compositor paulistano Gui Amabis, surge a partir de uma construção estética que alia de forma precisa a poesia à experimentação harmônica/melódica. A impressão após a primeira audição do novo trabalho de Amabis é que o músico parece ter alcançado uma linguagem singular na construção de suas composições. Se sua voz é um elemento onipresente e invariável, que usa sobretudo da palavra para mediar a dinâmica entre as canções, todo…

2 de novembro de 2015 /

o artista veste máscaras – edição 9 – bimestral – outubro de 2015 DOWNLOAD GRATUITO AQUI VERSÃO IMPRESSA AQUI Expediente Edição: Júlio Rennó Projeto gráfico: Cécile Duchamp Artistas convidados: Manu Maltez / Ganjarts Jornalista responsável: Marina Suassuna (DRT 5556-PE) Textos: Carlos Gomes, Marina Suassuna e Karol Pacheco Mediação do debate: Fernanda Maia e Carlos Gomes Colaboradores: Bruno Vitorino, Fernando Athayde, Fred Coelho, Gabriel Albuquerque, José Juva e Ruy Gardnier Fotografia: Camila van der Linden Capas: “Sanguínea e carvão”, de Manu…

5 de junho de 2013 /

Dois Inimigos (Gui Amabis) from Vitor Moraes on Vimeo. Dois Inimigos (Gui Amabis) Eu nasci trinta e quatro anos faz e a febre sempre está nos postais. E pensar em meus pais e meus avós, que sou dois inimigos em um só. E a batalha continua franca e aberta, só que agora trava na goela. Tanto faz quem inicia a paz, contanto que ninguém volte atrás Gui Amabis: Voz e Guitarra Samuel Fraga: Bateria Regis Damasceno: Baixo Guilherme Held: Guitarra…