Tag: ensaio

30 de maio de 2016 /

Gritar é exasperar a potência do canto. Essa é a primeira tese que encontrei para começar a escrever sobre a experiência de assistir ao show Encarnado de Juçara Marçal, Kiko Dinucci, Rodrigo Campos e Thomas Rhoner durante a 20ª edição do festival Rec-Beat, em Recife-PE, na pletora de alegria que é o carnaval pernambucano. Relembrar o grito de Juçara é me deparar com dois momentos distintos: o grito-útero e o grito-canto. São sobre essas distinções que procurarei escrever neste ensaio.…

31 de julho de 2015 /

por Karol Pacheco. Há rumores de um Recife do século XXI nas instituições. Eles nascem a partir de uma ideia de “cluster de cultura e entretenimento”, que consiste em aglomerar uma série de empreendimentos do mesmo setor em determinada área geográfica. A revitalização, além da especulação imobiliária e da verticalização em plena área histórica, passa ainda pela reconstrução de edifícios antigos por fundações culturais de bancos ou holdings privadas. Quando a ruína vira interesse, o conluio poder público e poder…

25 de julho de 2015 /

por Carlos Gomes. Escrever estritamente sobre música já não é possível. Os sons, muito mais os sons, se impõem crítica, cultural e politicamente sobre a escrita. Categorias como artigo, ensaio ou resenha são diluídas, assim como as cidades que se inscrevem sobre cidades produzindo novas camadas de sentido. Raspar as superfícies delas e descobrir embaixo de sua crosta o corpo primitivo, suas histórias. São algumas horas e as ruas que deveriam dar para o Mercado de São José são o…

14 de julho de 2015 /

por Jomard Muniz de Britto. Os leitores (im)possíveis e ou dialógicos podem começar escolhendo o título. Mesmo que seja outro, outros. Nossa ainda precária convicção nos desloca-dos dualismos. Certo/Errado. Bem/Mal. Ideológico/Complexidades. Fissuras. Se somos ALGO incompreensível, nossos discordantes seriam muito mais. Perdidos e brincantes entre OUTROS CRÍTICOS. Território movediço de linguagens. Por que não divertir-se e até perverter-se com Dicionários? Dialéticas revisionistas. Demandas. Ocupações. Confrontos. Não conseguimos escapar das citações, desde que o citacionismo foi considerado uma das características redesenhadas…

8 de maio de 2015 /

por Carlos Gomes. (Arrastão de JMB) São Paulo, tempo possível e uma canção ruidosa. Da janela do meu ônibus não haverá enquadramento. Arrastar os dedos na tela, nas cordas. Sentir-se preso em casa. Permanecer preso em torno de mais ou menos 50m² e Ser feliz.   São Paulo, quatro compositores e uma estética que expande a cidade. Era a periferia, suas casas, bairros, personagens. Por ela uma narrativa combinada a vozes e sons acústicos. Quase não se ouvia o chão.…

2 de março de 2015 /

  recalques nordestinados: OS que não se deparam com o OUTRO por Karol Pacheco. “O filme SETE CORAÇÕES veio ultrapassar os recalques nordestinados & outros diante dos AXÉS, longe dos pelourinhos. Mas Naná Vasconcelos jamais perderá o bonde nem o bode das historiografias.” – Atentado Poético de Jomard Muniz de Britto, Velório poético: o que é isto? “Recalque não tem remédio. Recalque puxa recalque. é o seguinte: eu queria chamar a atenção de vocês para uma coisa: a cultura brasileira,…

9 de agosto de 2014 /

por josé juva. É difícil imaginar os percursos, recepções e desdobramentos que os textos tomarão. Muitos gatilhos podem desencadear a escrita. Outros fatores entrarão em jogo para a circulação e fruição, fatores que escapam com mais força das tentativas de orientação por parte do autor. Nunca sabemos aonde um texto vai chegar, o caminho de que olhos cruzará, quais as circunstâncias de sua recepção e leitura. Mas podemos sempre buscar novos inícios, investidas em diálogos possíveis. Os textos reunidos em…

3 de outubro de 2013 /

Como músico, minha compreensão do verbo “improvisar” sempre esteve ligada ao domínio de uma técnica densa e sofisticada, requisito essencial para navegar territórios como o jazz. Ainda estudante de música, procurei a improvisação quando quis ir além da tarefa de seguir partituras e aperfeiçoar interpretações para tentar conquistar alguma liberdade em relação ao uso do meu instrumento. Mas minha carreira de improvisador teve um fim antes de começar, quando me dei conta de que repetir exaustivamente escalas e estudar progressões…

2 de outubro de 2013 /

Ao olhar a profusão de cores que emana de uma mandala, muitos que a admiram, na verdade, não sabem exatamente o que ela significa. Em sânscrito, o nome quer dizer “aquilo que circunda um centro”. Trocando em miúdos, remete à relação entre um ser vivente e o cosmo que se compõe em torno dele. Ao se ouvir a música de Caramurú, tem-se a nítida sensação de se estar frente a uma mandala, e toda a energia pulsante e inspiradora que…

26 de setembro de 2013 /

O universo da viola é absolutamente sedutor. E imenso. Desde a variedade da feitura do próprio instrumento, passando pelo mundo infinito de afinações. Até a terminologia é saborosa: viola de arame, viola de cocho, afinação rio acima, rio abaixo… Vai longe. Caçapa consegue acrescentar ainda mais história a tudo isso. No álbum Elefantes na Rua Nova (2011), ele usa uma linda viola dinâmica de 10 cordas – uma peça criada em São Paulo e importada pelos cantadores e repentistas que…

25 de setembro de 2013 /

Em 2010, eu acompanhei a turnê Nordeste da banda Labirinto (SP). Após shows aqui em Maceió e em Aracaju, fomos até Recife onde a banda se apresentaria numa prévia do festival Coquetel Molotov. Nesse dia, lembro do Elson Barbosa, grande amigo e criador do netlabel Sinewave, falar sobre uma banda que estava lançando um EP pelo selo dele e que se apresentaria na sequência. A banda era a Team.Radio e o EP era o White Tokio. Foi engraçado porque quase…

19 de setembro de 2013 /

Em meados dos anos 1990, houve o final de uma manhã. Era mais um dia que despertava nos estudantes aquela sensação boa de “estamos neste lugar porque gostamos; e não porque fomos obrigados a estudar”. O Centro de Artes e Comunicação da UFPE promovia um de seus eventos culturais, festejando alguma data em especial. Não lembro qual. Provavelmente deveria ser a comemoração do Dia da Música, em que vários artistas e aspirantes se apresentavam dentro de uma programação previamente montada,…