Tag: dança

15 de fevereiro de 2019 /

Esse texto emerge de alguns acontecimentos que estão me atravessando nos últimos tempos: o atual momento político no Brasil, minhas vivencias no mestrado na UFBA, a experiência como espectadora do espetáculo “Resistir”. O que tange todas elas? O corpo como política. Uma discussão sobre repetição e sentido. E a resistência como movimento, atuando diante de um sentimento de mal estar. Na minha última coluna no site Outros Críticos falei de improviso. Escrevi a um só tempo.  Em um fluxo contínuo,…

24 de fevereiro de 2018 /

Se entendemos, como foi colocado anteriormente, que uma das grandes armadilhas da modernidade se fundamenta na dualidade corpo-mente (primeira justificativa para uma sucessão de atrocidades, que se inicia com a escravidão dos povos do continente africano e as chacinas  nas Américas, se consolida na eficiência tecnicista-genocida do nazismo e permanece ainda hoje em muitos aspectos na exploração neoliberal mundo afora), a pergunta reverbera: é possível um outro modelo de pensamento-ação? Nessa segunda parte de nosso texto, proponho uma variação ao…

5 de junho de 2017 /

As tradições populares surgem para atender necessidades fundamentais daqueles que delas participam. Se formatam pelos repetitivos fazeres ao longo do tempo e guardam preciosos princípios que, no meu entender, estão intimamente conectados com os princípios que regem a natureza. O que me leva a óbvia, mas também esquecida e negligenciada constatação de que nós, seres humanos, também somos natureza. Esse esquecimento e negligenciamento da nossa própria natureza e da conexão com a natureza como um todo é a razão de…

13 de setembro de 2016 /

Um convite para escrever como colunista no site Outros Críticos. Um encontro. Assim, uma ideia de dança me veio como proposta de escrita. Um dos meus interesses de investigação em dança atualmente é a improvisação como prática, como exercício, para a composição cênica. Entendendo cênico aquilo se apresenta ao outro, com fins estéticos, como esse texto. Na dança, um dos caminhos de utilização do improviso para compor é delimitar algumas bordas, regras, que sempre podem ser subvertidas. Mas é nesta…