Autor: Outros Críticos

Desde 2008 atuam desenvolvendo projetos de crítica cultural na internet e em Pernambuco. Produziram livros e publicações, como a revista Outros Críticos, além de coletâneas musicais e debates, como os do festival Outros Críticos Convidam.

26 de dezembro de 2016 /

Como um trator Bootleg’16 – Outros Críticos Faça o download aqui A coletânea é organizada através de uma chamada aberta realizada no final de cada ano no site Outros Críticos. Em sua 8ª edição, a Bootleg inclui faixas extras, takes alternativos, gravações caseiras, ao vivo etc. Como um trator – Bootleg’16 by Outros Críticos Curadoria: Carlos Gomes Projeto gráfico: Fernanda Maia Realização: Outros Críticos

14 de novembro de 2016 /

Estamos convidando todos os músicos e bandas que queiram participar da nossa coletânea anual de Bootlegs (faixas extras, takes alternativos, takes de voz e violão, ensaios, guias instrumentais, gravações ao vivo etc). Bandas e músicos como Romulo Fróes, Sofia Freire, Zé Manoel, Jair Naves, Di Melo, Hugo Linns, Supercordas, Bárbara Eugênia e Stela Campos já participaram de edições anteriores. Enviem as suas músicas (mp3 320 ou wav) + ficha técnica + descrição do tipo de bootleg (exemplo: ao vivo, ensaio, take alternativo etc.) por e-mail ou nos indiquem um…

10 de novembro de 2016 /

a arte é a última esperança – edição 12 – ano III – novembro de 2016 download gratuito aqui versão impressa aqui Expediente Edição: Carlos Gomes Projeto gráfico: Fernanda Maia Artista convidada: Mariana de Matos Jornalista responsável: Marina Suassuna (DRT 5556-PE) Textos: Carlos Gomes, Marina Suassuna e Karol Pacheco Fotografia: Camila van der Linden Colaboradores: Ana Lira, Romulo Fróes, Bruno Vitorino, GGabriel Albuquerque e Fernando Athayde.

26 de outubro de 2016 /

A seção “Crítica de Boteco”, da revista Outros Críticos, promove a cada encontro um debate sobre temas abordados na revista. Com o tema “Tecnologias e sensibilidades”, esta edição foi fotografada por Camila van der Linden e gravada no estúdio Casa do Kaos, no centro do Recife, com a participação dos músicos e pesquisadores da Altovolts, Neilton Carvalho e Adriano Leão, e da musicista Marina Silva, integrante da banda Team.Radio. A mediação do debate foi feita por Carlos Gomes, editor da…

28 de agosto de 2016 /

tecnologias e sensibilidades – edição 11 – ano III – agosto de 2016 download gratuito aqui versão impressa aqui Expediente Edição: Carlos Gomes Projeto gráfico: Fernanda Maia Artista convidado: Paulo Bruscky Jornalista responsável: Marina Suassuna (DRT 5556-PE) Textos: Carlos Gomes, Marina Suassuna e Karol Pacheco Fotografia: Camila van der Linden Colaboradores: H. d. Mabuse, Rafael de Queiroz, Bruno Vitorino, Bernardo Oliveira, Gabriel Albuquerque e Fernando Athayde.

4 de agosto de 2016 /

a sedução-lâmina das imagens de p. buhr encontraram força equivalente na encarnação selvática que k. buhr exprimiu. o rio recebeu esse corte. suas canções, seu corpo, sua voz, como quem recebe a água da natureza e a sujeira da cidade. antes das canções, circularam as imagens, com elas, a violência cotidiana e repressora da sociedade ficou exposta. mas como se trata de sedução-lâmina, as imagens e as canções se multiplicaram provocando feridas. é um sangue que ainda escorre. um corte…

4 de agosto de 2016 /

sambador é uma outra linha de invenção na poética de helder vasconcelos. culmina agora em canções o que anteriormente o corpo falava com maior intensidade. sua expressão artística está continuamente em movimento: música, dança, tecnologias, máscaras, grupos, bandas; solo. os gêneros musicais, instrumentação, arranjos e letras se entrelaçam, ou se comunicam, como brincadeiras. “butterfly” é uma peça que chacoalha e dança, faz dançar. estranha, nessa língua, desconcerta, com seu sotaque, expande esse ser-sambador para muitos outros lugares (c.g.) Sambador (2016),…

4 de agosto de 2016 /

“eita, foi quase” e a ladainha que vaza. a balbúrdia que atravessa a janela com seu rastro mínimo. o centro e suas paisagens que escapam para dentro do poema. a voz de quem canta a poesia de miró da muribeca em outro tom. o corpo está concentrado e seu corte é rápido. miró desaparece. fica a poesia. miró reaparece. miró estava andando na rua e sua ladainha atravessou com seus braços e gestos o edifício texas até alcançar o grupo…

4 de agosto de 2016 /

as palavras pesam tanto quanto as personagens que transitam por essa cidade em nervos. os olhos se viram, cabeças erguidas espiam as cidades. wroclai é som longínquo, ruidoso, se mantém em loop. o trator de paulinho do amparo é feito de metal e carne. está cada vez mais visível a nossa vida subterrânea. os corpos em trânsito estão travando felizes na rede. norões, esses dos contos como atos que se relacionam. vozes que constroem mapas para labirintos. essas histórias repletas…

4 de agosto de 2016 /

a escrita de rodrigo campos sobre suas próprias canções alarga a experiência da escuta e compreensão da obra para espaços que frequentemente são mais nebulosos ou mesmo íntimos, reclusos no lugar em que habita o processo de criação do artista, ou mesmo dos outros músicos que dialogam com ele. esse movimento reflexivo desdobra numa outra linguagem (a escrita) o ímpeto pela criação. lugares-comuns são quebrados por essa ação. sim, criação e crítica podem andar juntas. a crítica do artista não…

4 de agosto de 2016 /

a dicção permanece em marcha circulando entre os temas ordinários que são suas canções. a sua fala-canto é essa dicção extra-ordinária, pois entre a voz, o piano e o texto, o mal-dito se torna visível a olhos nus. como o ordinário continuamente se desloca por sua dicção, é possível que suas composições continuem invisíveis para olhos menos acostumados aos mal-ditos. lá de lisboa, é o que ele nos conta de suas maldicções. (c.g.)   Bakery People by Glauco César Segundo…

15 de janeiro de 2016 /

A seção Crítica de Boteco promove a cada encontro um debate sobre temas abordados na revista. Com o tema “História, memória e esquecimento”, esta edição foi fotografada por Camila van der Linden e gravada no Paço do Frevo, no Bairro do Recife, com o designer e pesquisador H.d. Mabuse e o arquiteto e artista visual Lula Marcondes. A mediação foi feita por Carlos Gomes e Marina Suassuna, ambos da equipe principal da revista Outros Críticos. A memória da música Carlos:…