Porque somos e não somos críticos

por Carlos Gomes.

Contaminado pela estética do plágio/arrastão que o músico Tom Zé inaugurou, ao menos conceitualmente, no disco Com Defeito de Fabricação (1998), próximo à virada do século XX, no qual conclui “que terminou a era do compositor, a era autoral, inaugurando-se a Era do Plagicombinador […]”, tenho reescrito aqui e acolá, pequenas células da diversa produção de Jomard Muniz de Britto; seus filmes, ensaios, manifestos e poemas estão picotados em alguns lugares dessa última edição da Outros Críticos, assim como no título-plagicombinação dessa postagem.

Convidado da última edição da seção “crítica de boteco”, JMB – o mau velhinho, como, segundo ele, costumava assinar a sua participação em alguns debates, em contraponto aos “bons velhinhos” da Academia Brasileira de Letras, às vezes, como em nossa seção: “Quando me chamavam para um debate, às vezes eu me arretava um pouco e dizia: ‘Agora, eu não sou mais um mau velhinho, sou um péssimo velhinho!’.

Sob essa aura convidamos a todos para o último debate de lançamento da revista Outros Críticos. Conversaremos sobre “Estética e Política” com alguns dos participantes do Ano I da publicação: o próprio JMB, Isaar, Paulo do Amparo, Conrado Falbo e a mediação de Thiago Soares. Como sempre, no Orbe Coworking, 8º andar do Edf. Pernambuco, às 19h.

Acima/Abaixo: preview da publicação com Apresentação, Sumário, Agradecimento e Artista convidado mais serviço completo do evento:

SERVIÇO

Lançamento da revista “Outros Críticos” nº 06.
Debate sobre “Estética e Política” com Jomard Muniz de Britto, Isaar, Paulo do Amparo, Conrado Falbo e Thiago Soares.
11.12, às 19h, no Orbe Coworking.
Av. Dantas Barreto, 324, 8º andar do Edf. Pernambuco.
Entrada gratuita
A revista será vendida no local por R$ 10,00.
Mais informações: contato@outroscriticos.com
Carlos Gomes (editor) – (81) 8718.8060

Share Button

Desde 2008 atuam desenvolvendo projetos de crítica cultural na internet e em Pernambuco. Produziram livros e publicações, como a revista Outros Críticos, além de coletâneas musicais e debates, como os do festival Outros Críticos Convidam.

Seja o primeiro a comentar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *