Narrativas e corpos na obra de Daaniel Araújo

 photo daanielmarca_zps5d230ea9.jpg

por Carlos Gomes.

A despeito das telas em óleo, desenhos, técnicas de pintura ou demais materiais para criação, a obra de Daaniel Araújo é marcada por corpos e ruas. São as personagens, seus amores, desejos e conflitos, afluindo pelas ruas da cidade. A rua como personagem, os corpos como personagens. Retratos violentam afetuosamente a criação do artista. O mínimo detalhe é reconstruído, as mulheres são lascivas, assim como as ruas, paisagens de cores não menos políticas, como foram suas ações de lambe-lambe, visíveis em várias partes da cidade.

A exposição individual que inaugura na Casa do Cachorro Preto abre espaço para um artista que, muito jovem, mantém uma relação íntima entre a criação, as paisagens, as pessoas e sua própria persona, filtro poético que reconstrói a uma narrativa de cores.

Serviço

Abertura da Exposição Individual de Daaniel Araújo

“Pronome pessoal do caso reto”

Sábado, 10 de maio. Às 18h.

com Dj Guilherme Gatis e DJ Ravi Moreno

A Casa do Cachorro Preto

Rua 13 de maio, 99 – Cidade Alta – Olinda-PE
Entrada livre

Share Button

Desde 2008 atuam desenvolvendo projetos de crítica cultural na internet e em Pernambuco. Produziram livros e publicações, como a revista Outros Críticos, além de coletâneas musicais e debates, como os do festival Outros Críticos Convidam.

Seja o primeiro a comentar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.