Categoria: Entrevista

15 de agosto de 2017 /

“Ninguém é perfeito e a vida é assim”: a música brega em Pernambuco (R$ 15, 190 p.), de Thiago Soares – Professor do Programa de Pós-graduação em Comunicação (PPGCom) e do Departamento de Comunicação da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), é uma oportunidade de conciliar, em uma única obra, as diversas camadas que o brega recifense e pernambucano descortina, se…

Leia MaisA música brega em Pernambuco

10 de fevereiro de 2017 /

O Grupo Bongar é formado por Guitinho da Xambá (voz principal e pandeiro), Memé da Xambá (congas, ilú, pandeiro, gonguê e vocal), Nino da Xambá (alfaia, abê, ilú, pandeiro e vocal), Beto da Xambá (pandeiro, ganzá, gonguê, ilú e vocal) Thúlio da Xambá (caixa, alfaia, ilú e segunda voz) e Neta da Xambá (abê, pandeiro, gonguê, ilú, alfaia e vocal).…

Leia Maisentrevista: Grupo Bongar

31 de janeiro de 2017 /

A seção “Crítica de Boteco” da revista Outros Críticos promove a cada encontro um debate sobre temas abordados na publicação. Com o tema “A arte é a última esperança”, a última edição foi fotografada por Camila van der Linden e gravada no Sexto Andar do Edifício Pernambuco, no centro do Recife, com a participação do curador e pesquisador Moacir dos…

Leia Maiscrítica de boteco: moacir dos anjos, renata pimentel e mery lemos

26 de outubro de 2016 /

A seção “Crítica de Boteco”, da revista Outros Críticos, promove a cada encontro um debate sobre temas abordados na revista. Com o tema “Tecnologias e sensibilidades”, esta edição foi fotografada por Camila van der Linden e gravada no estúdio Casa do Kaos, no centro do Recife, com a participação dos músicos e pesquisadores da Altovolts, Neilton Carvalho e Adriano Leão,…

Leia Maiscrítica de boteco: Neilton Carvalho, Adriano Leão e Marina Silva

14 de outubro de 2016 /

O BateBit Artesania Digital encontra nos consoles, controladores, sensores, aplicativos e outros aparatos uma maneira de trabalhar digitalmente a música. O próprio nome indica: bater o bit. Tocá-lo, quase como que entalhá-lo tal qual uma madeira a tomar forma. Com essa abordagem artesanal, João Tragtenberg e Filipe Calegario desenvolvem uma pesquisa em concepção e desenvolvimento de novos instrumentos musicais digitais…

Leia Maisentrevista: BateBit Artesania Digital

19 de janeiro de 2016 /

A música percorre um caminho de inquietação e reverência à palavra e aos sons delirantes das ruas. As relações de poder contaminam os espaços com o desejo explícito de segregar o que não cabe no gesto, nas cercas, nas noções de normalidade. A rua é viva e sem centro. A música é marginal, anormal, louca e deslumbrante. No entanto, torná-la…

Leia Maisentrevista: Siba

15 de janeiro de 2016 /

A seção Crítica de Boteco promove a cada encontro um debate sobre temas abordados na revista. Com o tema “História, memória e esquecimento”, esta edição foi fotografada por Camila van der Linden e gravada no Paço do Frevo, no Bairro do Recife, com o designer e pesquisador H.d. Mabuse e o arquiteto e artista visual Lula Marcondes. A mediação foi…

Leia Maiscrítica de boteco: H.d. Mabuse e Lula Marcondes

14 de dezembro de 2015 /

por Outros Críticos. A seção Crítica de Boteco é um espaço de discussão sobre temas abordados na revista. Com o mote “O artista veste máscaras”, nos encontramos com o ator e pesquisador Leidson Ferraz e com os poetas e professores de literatura Fábio Andrade e Felipe Aguiar, no Café do Brejo, na Rua do Lima, em Recife-PE. A conversa teve…

Leia Maiscrítica de boteco: Fábio Andrade, Leidson Ferraz e Felipe Aguiar

2 de dezembro de 2015 /

por Carlos Gomes. É curioso que um dos heterônimos mais intrigantes de Fernando Pessoa, aquele que escreve no poema “Tabacaria” os versos: “Quando quis tirar a máscara,/ Estava pegada à cara./ Quando a tirei e me vi ao espelho,/ Já tinha envelhecido”, tenha o mesmo sobrenome de nosso entrevistado. Tal coincidência se revela enriquecedora por Pessoa e suas máscaras-personagens, a…

Leia Maisentrevista: Rodrigo Campos

9 de novembro de 2015 /

A seção Crítica de Boteco promove a cada encontro um debate sobre temas abordados na revista. Com o tema “Corpo, gênero e deslocamentos”, esta edição foi fotografada por Úrsula Freire e gravada no Edifício Texas, no Largo de Santa Cruz, em Recife-PE, com a artista visual Joana Liberal e com a mestranda em psicologia da UFPE, Aida Carneiro, que é…

Leia Maiscrítica de boteco: Joana Liberal e Aida Carneiro

26 de outubro de 2015 /

por Marina Suassuna. Falar de segregação social por meio da sexualidade foi a bandeira levantada pela Textículos de Mary e a Banda das Cachorra, extinto grupo pernambucano de punk rock, enquanto esteve em atividade, de 1998 a 2004. Tão irreverente quanto o conteúdo das músicas eram as roupas e a performance dos integrantes, que uniam crítica e escracho numa atmosfera…

Leia Maisentrevista: Textículos de Mary

7 de outubro de 2015 /

por Bruno Nogueira. Se o frevo fosse uma pintura e a apresentação do Maestro Spok fosse colocada lado a lado de uma de, por exemplo, Maestro Duda, as diferenças seriam gritantes. “Isso que você faz não é frevo” é uma frase que Inaldo Cavalcante de Albuquerque, nascido em Igarassu, ainda escuta. Da primeira vez que vestiu sua orquestra de terno…

Leia Maisentrevista: Spok

21 de julho de 2015 /

por Outros Críticos. A seção Crítica de Boteco, da revista Outros Críticos, promove a cada encontro um debate sobre temas abordados na revista. Com o tema “Ruínas e Cultura”, esta edição foi gravada no bar e restaurante Aroeira, no Pátio de São Pedro, em Recife-PE, com a artista visual e pesquisadora Bruna Rafaella Ferrer e o jornalista Renato Lins. A…

Leia Maiscrítica de boteco: Bruna Rafaella Ferrer e Renato L.