Outros Críticos Publicações

22 de novembro de 2016 /

Jonathas de Andrade está cada vez mais ligado ao cinema. O artista alagoano, que vive e trabalha no Recife, já realizou cinco filmes e quer entrar no circuito de festivais, depois de já ter consolidado espaço em bienais, galerias e museus. Apresentado na Bienal de São Paulo em 2016, o média-metragem ‘O Peixe’ retrata um fictício ritual de abraço e…

Leia MaisJonathas e o cinema

17 de novembro de 2016 /

Estado democrático e político precisa de despersonalização, imparcialidade. Contrariando as expectativas, é Cordial o sistema em que vivemos – apaixonado, emocional. Cordial mas passional. Não ecoam os gritos dos “desterrados em nossas terras” (Sergio Buarque de Holanda), mas sim os dos colonos; pois na escolástica deste País não se aprende nem se ensina que “o cigarro é uma invenção dos…

Leia Maispolegar opositor ao (Y)

13 de novembro de 2016 /

Estamos convidando todos os músicos e bandas que queiram participar da nossa coletânea anual de Bootlegs (faixas extras, takes alternativos, takes de voz e violão, ensaios, guias instrumentais, gravações ao vivo etc). Bandas e músicos como Romulo Fróes, Sofia Freire, Zé Manoel, Jair Naves, Di Melo, Hugo Linns, Supercordas, Bárbara Eugênia e Stela Campos já participaram de edições anteriores. Enviem as suas músicas (mp3…

Leia MaisChamada para a Coletânea Bootleg’16 – Outros Críticos

9 de novembro de 2016 /

a arte é a última esperança – edição 12 – ano III – novembro de 2016 download gratuito aqui versão impressa aqui Expediente Edição: Carlos Gomes Projeto gráfico: Fernanda Maia Artista convidada: Mariana de Matos Jornalista responsável: Marina Suassuna (DRT 5556-PE) Textos: Carlos Gomes, Marina Suassuna e Karol Pacheco Fotografia: Camila van der Linden Colaboradores: Ana Lira, Romulo Fróes, Bruno…

Leia MaisOutros Críticos #12 – A arte é a última esperança

3 de novembro de 2016 /

O que existe do Outro Lado, se perguntava o homem barbudo, os pés descalços; o que existe do outro lado da persiana? *             O homem descalço – a partir daqui, seu nome é Bob – arrastava, em suas andanças pela cidade, seus únicos pertences: dois lençóis grossos, uma mochila rasgada com roupas, um sacolão cheio de latas. Sua companhia…

Leia MaisDesaparecido

31 de outubro de 2016 /

Como um meteorito contemporâneo a tomar de assalto uma tradicional paisagem urbana, a Casa da Música da cidade do Porto é também melodia para os olhos. Saudações multicolores! Se em agosto comecei minha existência de colunista, agora inicio minha existência de “correspondente internacional”, aproveitando a estada na cidade do Porto, em Portugal, para apresentar aos leitores de Outros Críticos a…

Leia Mais“Intrigante, Inquietante e Dinâmica”

26 de outubro de 2016 /

A seção “Crítica de Boteco”, da revista Outros Críticos, promove a cada encontro um debate sobre temas abordados na revista. Com o tema “Tecnologias e sensibilidades”, esta edição foi fotografada por Camila van der Linden e gravada no estúdio Casa do Kaos, no centro do Recife, com a participação dos músicos e pesquisadores da Altovolts, Neilton Carvalho e Adriano Leão,…

Leia Maiscrítica de boteco: Neilton Carvalho, Adriano Leão e Marina Silva

14 de outubro de 2016 /

O BateBit Artesania Digital encontra nos consoles, controladores, sensores, aplicativos e outros aparatos uma maneira de trabalhar digitalmente a música. O próprio nome indica: bater o bit. Tocá-lo, quase como que entalhá-lo tal qual uma madeira a tomar forma. Com essa abordagem artesanal, João Tragtenberg e Filipe Calegario desenvolvem uma pesquisa em concepção e desenvolvimento de novos instrumentos musicais digitais…

Leia Maisentrevista: BateBit Artesania Digital

10 de outubro de 2016 /

inúmeras mortes num espaço-tempo de 4 horas (…) a força corporificou a partir da primeira chamada entoada pelo guia. os sentidos ficaram confusos, a visão turva, as mãos suadas, o corpo todo apresentou dormência, a mente acelerada, desordenada, sem filtro. tudo estava sob controle. luto contra, não aceito, o apego à normose é uma grande ilusão, é uma mentira, aprisiona,…

Leia Maisom#1 musicalidade e mediação

6 de outubro de 2016 /

Existe uma velha dualidade que paira como um espectro na nossa história, é a dualidade entre corpo e mente (que Platão entendia como o mundo sensível e mundo das ideias) que trouxe dos gregos para os cristãos a mensagem que o mundo que é apreendido pelos nossos sentidos é falso, sujo e enganador, ao contrário do mundo das ideias (posteriormente…

Leia MaisO que pode a arte?

4 de outubro de 2016 /

“Estamos nos aproximando cada vez mais de um som-ruído”, escrevia Luigi Russolo, ainda em 1913, em seu manifesto “The Art Of Noises”. Para o pintor e compositor futurista, as máquinas da revolução industrial trouxeram com elas o ruído para o espaço sonoro: “Não somente na atmosfera estrondosa das grandes cidades, mas também no campo, que até ontem era normalmente silencioso,…

Leia MaisOcupando ruídos

29 de setembro de 2016 /

Quatro anos depois de Crônicas da Cidade Cinza (2011), o rapper Rodrigo Ogi lança seu segundo álbum, RÁ! (2015) que vem para consagrá-lo como um dos grandes do rap nacional. As temáticas e os elementos estéticos que já o identificavam anteriormente continuam e parecem cada vez mais maduros, ajudando a solidificar sua atual posição. Nas primeiras, ainda estão presentes as…

Leia MaisCrônicas que viraram canções

29 de setembro de 2016 /

Superfícies (2016), híbrido de livro de contos/fotografia e disco, lançado pelo carioca Leonardo Panço, é uma obra que se destaca pelo formato inusitado e pela chance de abrir portas para que o leitor/ouvinte conheça o funcionamento da mente do artista. Há quem possa categorizá-la como multimídia, mas acredito que a ‘mídia’ aqui seja só o plano onde se revela uma…

Leia MaisDa irrelevância, a criação